Notícias

Banca de DEFESA: LUCYLIA SUZART ALVES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCYLIA SUZART ALVES
DATA: 28/11/2018
HORA: 08:00
LOCAL: PPGEA/NEAS
TÍTULO:

Utilização de efluente doméstico tratado no cultivo de manjericão em sistemas hidropônicos


PALAVRAS-CHAVES:

reuso, planta medicinal, hidroponia


PÁGINAS: 108
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Engenharia Agrícola
SUBÁREA: Engenharia de Água e Solo
ESPECIALIDADE: Irrigação e Drenagem
RESUMO:

A crescente escassez mundial de água, tanto em quantidade como em qualidade, tem levado ao reuso para a produção agrícola. Dentre os reusos, os efluentes domésticos tratados podem ser uma alternativa viável, tendo em vista o impacto ambiental quando estes efluentes são lançados diretamente nos corpos hídricos. O objetivo deste trabalho foi avaliar o uso de água residuária, proveniente de efluentes domésticos tratados, para a produção de duas cultivares de manjericão (Grecco a Palla e Alfavaca Basilicão), em sistemas de cultivo hidropônicos (NFT e DFT), sob diferentes espaçamentos entre plantas (20, 30 e 40 cm). Posteriormente foi avaliado o cultivo hidropônico das mesmas cultivares, em dois tipos de água (água de abastecimento local e água residuária), em sistema hidropônico DFT sob diferentes frequências de recirculação da solução nutritiva (2, 4 e 6 h). Foram conduzidos dois experimentos, ambos desenvolvidos em casa de vegetação localizada na área experimental do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola (PPGEA), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), situada em Cruz das Almas-BA, sob delineamento experimental em blocos inteiramente casualizados, em esquema fatorial 2x2x3, com quatro repetições, totalizando 48 parcelas experimentais, cada uma com 12 plantas úteis. Foram mensuradas variáveis relacionadas ao crescimento, produção de massa fresca/seca, consumo hídrico, eficiência do uso da água, teor de água, teor, rendimento e composição química do óleo essencial. Os sistemas hidropônicos de cultivo não influenciaram significativamente as variáveis de crescimento e produção do manjericão. O adensamento de plantio na cultura do manjericão é uma boa técnica para aumento da produtividade. É viável o cultivo do manjericão com o uso de águas residuárias. Intervalos de recirculações da solução nutritiva maiores que 2 h reduz a produção do manjericão. As fontes de variações estudadas não apresentaram efeitos significativos para o teor e rendimento do óleo essencial, com exceção da frequência de recirculação da solução nutritiva que apresentou efeito significativo para o rendimento. O constituinte linalol, destacou-se como o constituinte majoritário do óleo essencial.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALEXANDRE NASCIMENTO DOS SANTOS - IFPI
Interno - 012.766.105-05 - ALISSON JADAVI PEREIRA DA SILVA - UFRB
Externo ao Programa - 1552735 - FRANCELI DA SILVA
Presidente - 160.930.464-00 - HANS RAJ GHEYI - UFRB
Externo à Instituição - KAROLINE SANTOS GONCALVES - UFRB
Notícia cadastrada em: 23/02/2018 17:21
SIGAA | Coordenadoria de Tecnologia da Informação - - | Copyright © 2006-2020 - UFRB - app3.srv3inst1