Notícias

Banca de DEFESA: GEISE BRUNA DA MATA CAMILO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GEISE BRUNA DA MATA CAMILO
DATA: 09/08/2018
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do Prédio Solos
TÍTULO:

SUBSTRATOS A BASE DE BIOCARVÃO PARA A PRODUÇÃO DE MUDAS DE MARACUJAZEIRO-AMARELO


PALAVRAS-CHAVES:

Biochar, retenção de água, Passiflora edulis


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Ciência do Solo
RESUMO:

A produção de mudas é uma etapa chave para um sistema de produção. Para alcançar altas produtividades, o maracujazeiro-amarelo (Passiflora edulis) depende, além de outros fatores, de mudas de qualidade. Identificar substratos alternativos ao comercial, que garantam mudas vigorosas, é um gargalo para o sistema de produção do maracujazeiro. O objetivo do trabalho foi caracterizar e avaliar diferentes substratos compostos da mistura solo/biocarvão em diferentes proporções, na presença de fontes mineral e orgânica de nitrogênio, sobre a produção de mudas de maracujazeiro-amarelo. O estudo foi conduzido em laboratório e em casa de vegetação na Embrapa Mandioca e Fruticultura, Cruz das Almas, BA. Para a composição dos substratos misturou-se ao solo as seguintes proporções de biocarvão (BC) com base em volume, utilizando sacos de 1 litro: 10, 20, 40 e 60% de BC. Para efeito comparativo, consideraram-se os tratamentos: solo sem adição de BC (0%) e 100% de BC. Como subparcela, avaliou-se a adição de nitrogênio por meio de fontes mineral e orgânica, utilizando sulfato de amônio e esterco de aviário, respectivamente. Um tratamento sem adição de nitrogênio também foi considerado. Na avaliação dos efeitos na planta, os substratos alternativos foram comparados ao substrato comercial Vivatto. No ensaio de casa de vegetação para avaliar o crescimento das mudas utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado 6 x 3 + 1, com parcelas subdivididas e quatro repetições. Os capítulos 1 e 2 abordaram a caracterização física dos substratos, por meio da determinação da granulometria, dos limites de atterberg, ensaio de proctor e das curvas características de retenção da água. No capítulo 3 avaliou-se o efeito dos substratos alternativos no crescimento da planta comparativamente ao substrato comercial. Para isso foram feitas medidas relacioandas ao crescimento, tais como: altura de planta, número de folhas, diâmetro do caule, massa seca da parte áerea e raiz, comprimento de raiz e área foliar. A adição de BC alterou a composição granulométrica do solo, aumentando partículas maiores. Consequentemente, houve aumento dos limites de plasticidade e liquidez até a dose 40% de BC. Verificou-se aumento do conteúdo de água do ponto de saturação até a umidade residual, aumentando a umidade de máxima compactação. Pela avaliação do índice de qualidade de Dickson, a combinação da dose 60% de BC, associado à adição de esterco de aviário, foi a que mais aproximou a qualidade das mudas em relação ao substrato comercial.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 807.435.013-49 - FRANCISCO ALISSON DA SILVA XAVIER - UFV
Interno - 1221995 - JOSE FERNANDES DE MELO FILHO
Interno - 1255207 - LUCIANO DA SILVA SOUZA
Notícia cadastrada em: 20/07/2018 15:36
SIGAA | Coordenadoria de Tecnologia da Informação - - | Copyright © 2006-2021 - UFRB - app2.intranet.ufrb.edu.br.srv2inst1