Notícias

Banca de DEFESA: JANILDES DE JESUS DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JANILDES DE JESUS DA SILVA
DATA: 18/06/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório de Solos
TÍTULO:

Plantas de Salvia Officinalis L. cultivadas em ambientes de luz e adubações orgânicas 


PALAVRAS-CHAVES:

Luminosidade; plantas medicinais; substratos orgânicos.


PÁGINAS: 11
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Ciência do Solo
RESUMO:

Plantas medicinais e aromáticas são tradicionalmente cultivadas nos diversos ambientes de solo e clima por todo o mundo. Dentre essas plantas, destaca-se a Salvia officinalis da família Lamiaceae que é procedente da Região Mediterrânea e tem se difundido principalmente, na região Sul do Brasil e apresentam interesses de ação farmacológica para tratamento de doenças e uso no segmento culinário. Os resíduos orgânicos quando aplicados em doses e proporções adequadas influenciam significativamente no crescimento inicial das plantas, em função dos benefícios nos atributos físicos, químicos e biológicos do solo. Outro fator importante no crescimento vegetal é a intensidade luminosa e a qualidade do espectro de luz absorvido pelas plantas. Desta forma, a utilização de malhas fotoconversoras nos cultivos pode fornecer proteção física e, principalmente filtragem diferencial da radiação solar. O objetivo deste trabalho é avaliar a influência de diferentes malhas fotoconversoras e termorrefletora e tipos de adubação orgânica no crescimento vegetativo, diagnose nutricional, caracterização do óleo essencial, fenólicos totais e flavonóides totais de Sálvia cultivado em ambiente controlado. O estudo foi realizado casa de vegetação da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, no município de Cruz das Almas-BA. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 4 x 4, sendo três tipos de substâncias orgânicas: húmus de minhoca, esterco bovino, vivatto plus® e a testemunha (solo) e quatro condições de luminosidade obtidas com o uso de malhas coloridas: 1) malha ChromatiNet Vermelha; 2) malha ChromatiNet Aluminet; 3) Malha Preta e 4) Tratamento controle – a pleno sol, com cinco repetições para cada tratamento. O crescimento das plantas de sálvia são influenciados por diferentes ambientes de luz e adubações orgânicas. Houve incremento nas variáveis para as plantas crescidas no ambiente a pleno sol, confirmando que o fator qualidade de luz não influencia no crescimento, com excessão para a altura das plantas de sálvia. Observa-se que o uso do esterco bovino e vivatto Plus® proporciona maior crescimento das plantas de sálvia. Os substratos solo+húmus de minhoca e solo+esterco bovino proporciona maiores teores de P e K nas folhas e raízes das plantas de sálvia. A composição do óleo essencial das plantas de sálvia é influenciada pelos diferentes ambientes de luz e adubações orgânicas. As malhas vermelha, termorrefletora e preta são promissoras quando o objetivo for a extração dos compostos (-)-thujone, camphor, α-thujone, eucalyptol, α-pinene e β-pinene. As maiores concentrações dos compostos fenólicos, é identificados nas plantas de sálvia cultivadas nos diferentes tipos de adubações orgânicas. O uso dos ambientes de luz pleno sol e das malhas preta e termorrefletora, proporciona maiores concentrações de flavonóides totais nas plantas de sálvia.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 285894 - ANACLETO RANULFO DOS SANTOS
Interno - 1578117 - RAFAELA SIMAO ABRAHAO NOBREGA
Externo à Instituição - ADEMIR TRINDADE ALMEIDA - UFRB
Notícia cadastrada em: 11/06/2019 16:01
SIGAA | Coordenadoria de Tecnologia da Informação - - | Copyright © 2006-2021 - UFRB - app1.intranet.ufrb.edu.br.srv1inst1